terça-feira, 2 de agosto de 2011

Cálculo trabalhista das férias vencidas e proporcionais



Nosso escritório ensina a fazer o cálculo das suas férias.

O cálculo das férias é bastante simples, basta acrescentar 1/3 sobre o valor do salário bruto mensal. Por exemplo, quem ganha R$ 900,00 por mês, receberá a título de férias R$ 1.200,00, ou seja, R$ 900,00 + R$ 300,00.

Para calcular as férias proporcionais, basta dividir o valor do salário bruto mensal por 12 (doze) e multiplicar pelo número de meses trabalhados durante o ano. A cada mês trabalhado o empregado adquire o direito a 1/12 avos das férias proporcionais.

A fração igual ou superior a 15 dias de trabalho é considerada como mês trabalhado, nos termos do artigo 146, parágrafo único da CLT.

Art. 146 - Parágrafo único - Na cessação do contrato de trabalho, após 12 (doze) meses de serviço, o empregado, desde que não haja sido demitido por justa causa, terá direito à remuneração relativa ao período incompleto de férias, de acordo com o art. 130, na proporção de 1/12 (um doze avos) por mês de serviço ou fração superior a 14 (quatorze) dias.


Por exemplo:

·         O empregado “A” trabalhou de 25/03/2011 e pediu demissão em 10/09/2011. Na rescisão, irá receber 6/12 avos de férias proporcionais, pois o empregado trabalhou cinco meses e 15 dias.

Como se vê, a cada mês trabalhado o empregado adquire o direito a 1/12 das férias proporcionais e só perderá esse direito se for dispensado por justa causa.


Vamos fazer o cálculo?

·         No exemplo acima, se o empregado “A” ganha R$ 1.000,00, ele irá receber R$ 666,50 de férias proporcionais. Para calcular é bem fácil, basta dividir R$ 1.000,00 por 12 (doze meses) e multiplicar por 6 (6/12 avos). Após, acrescente 1/3, ou seja, multiplique por 1,333.



Difícil? Peça ajuda ao advogado na página de contatos.


Saiba mais sobre suas férias clicando AQUI.


(Postado por advogado trabalhista em São Paulo SP)


Gostou da postagem?